facebook twitter youtube

Acesse seu produto

 
 
 
     
 

Site do Cliente


Usuário

Senha

Esqueci minha senha

Informações de acesso

------------- ou -------------

CNPJ/CPF

Código de Acesso/Email

Informações de acesso


IOB Educação
Clique aqui e confira nossos treinamentos .

Atualize-se e capacite-se com os melhores profissionais das áreas contábil e financeira, tributária fiscal, trabalhista e jurídica.

Soluções Fiscais

Conheça as Soluções Fiscais da IOB Folhamatic, uma linha de produtos e serviços que garante conformidade e segurança no SPED.


Clique aqui e confira!
 
Líder em softwares de gestão de tesouraria para médias e grandes empresas.

Clique aqui e conheça!

 
CONTÁBIL Voltar
   
Envie essa notícia para um amigo.
 
IASB prevê unificação mundial das normas contábeis em 2007

Publicado em 18/07/2003 10:39

A unificação das normas contábeis mundiais avança e tem até uma data para acontecer: 2007. Esta é a previsão do presidente do International Accountig Standards Board (IASB), Sir David Tweedie, que está no Brasil para falar com autoridades do governo e representantes do mercado de capitais.

O próximo passo para a unificação contábil será em 2005, quando os países membros da União Européia vão adotar a mesma norma. Ao todo, perto de 7 mil empresas vão aderir. Mas, segundo Tweedie, além da União Européia - que daqui a dois anos vai incluir alguns países do Leste Europeu - outros países, como Rússia, Nova Zelândia e Austrália, já manifestaram o interesse de aderir às normas.

"Já temos 91 países confirmados que usarão estas normas, ou como sua base principal na preparação das demonstrações financeiras ou como alternativa legalmente aceita", disse Tweedie ontem durante encontro na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Anteontem (16), ele esteve em Brasília, reunido com membros do Banco Central e do Ministério da Fazenda. Na sua equipe estavam Roberto Teixeira da Costa e o professor Nelson Carvalho, que fazem parte do conselho do IASB.

Crise de confiança

"Não se trata de técnicas contábeis, mas de um conjunto de normas que permitam que os investidores identifiquem riscos", destaca Tweedie. A crise de confiança nestas normas apareceu durante a crise da Ásia, em 1997. Os investidores descobriram que muitas empresas com balanços saudáveis não estavam tão boas financeiramente quanto os números mostravam. Com os escândalos contábeis nos Estados Unidos, a crise de confiança ganhou força e as discussões para um padrão contábil mundial avançaram.

O IASB formalizou um acordo de cooperação com o FASB, o órgão que cuida das normas contábeis dos Estados Unidos. A idéia básica é buscar, para todos os problemas contábeis relevantes, qual dos dois organismos tem a melhor solução e adotá-la. Um exemplo é o modo de contabilizar as trocas de ativos entre empresas. Pelas regras do FASB, os valores são lançados baseando-se nos custos; já o IASB contabiliza pelo valor de mercado. Com o acordo, os EUA devem adotar esta norma.

Brasil e o Mercosul

Uma das propostas de Roberto Teixeira da Costa é que haja uma integração contábil entre os países do Mercosul. Para ele, o Brasil não terá como fugir da integração das normas contábeis mundiais. "É um meio de atrair mais investimentos", disse. "As normas contábeis brasileiras não conflitam com as do IASB, mas são tímidas e precisam ser expandidas", disse.

A Petrobras já manifestou apoio. A empresa tem filiais em 14 países com padrões distintos e é obrigada a publicar a respeitar 16 padrões contábeis diferentes. Além de publicar os relatórios em cada país, a empresa tem que fazê-lo segundo as normas brasileiras e dos Estados Unidos, porque está listada na Bolsa de Nova York.

A expectativa de Nelson Carvalho é que as modificações nas normas contábeis contidas na Lei das S.A. possam ser votadas no Congresso até outubro.

O IASB tem 170 empresas associadas ao redor do mundo, que destinam US$ 18 milhões anuais para o organismo. No Brasil, são seis companhias: Itaú, Bradesco, Unibanco, Petrobras, Vale do Rio Doce e Pão de Açúcar.

Fonte: Gazeta Mercantil

   
 
 
  Voltar     Veja mais notícias
 
Informação Importante
SEFAZ PAULISTA DESCONTINUARÁ EMISSORES GRATUITOS DE NF-e e CT-e a partir de 2017
Conheça nosso
emissor de NF-e
Faça um teste Grátis
Cartilhas IOB
» Cartilha do Imposto
   de Renda 2016
» Cartilhas eSocial
» Cartilha da Emenda
   Constitucional 2015
» Cartilha da ECD
» Cartilha da ECF
» Substituição Tributária:
O que o contador precisa saber?
Agende uma visita
Quer receber uma visita comercial para conhecer nossos produtos e serviços?
 
ISSQN      
Legislação Municipal é com a IOB.
 
Newsletter
Receba diariamente em seu e-mail as notícias mais relevantes do meio regulatório.
         
 
 
© SAGE (BR) Limited