facebook twitter youtube

Acesse seu produto

 
 
 
     
 

Site do Cliente


Usuário

Senha

Esqueci minha senha

Informações de acesso

------------- ou -------------

CNPJ/CPF

Código de Acesso/Email

Informações de acesso


IOB Educação
Clique aqui e confira nossos treinamentos .

Atualize-se e capacite-se com os melhores profissionais das áreas contábil e financeira, tributária fiscal, trabalhista e jurídica.

Soluções Fiscais

Conheça as Soluções Fiscais da IOB Folhamatic, uma linha de produtos e serviços que garante conformidade e segurança no SPED.


Clique aqui e confira!
 
Líder em softwares de gestão de tesouraria para médias e grandes empresas.

Clique aqui e conheça!

 
CONTÁBIL Voltar
   
Envie essa notícia para um amigo.
 
Registro permanente de estoques - Escrituração

Publicado em 10/05/2004 09:18

O registro permanente de estoques pode ser feito em livros, fichas ou formulários contínuos emitidos por sistema de processamento de dados, cujos modelos são de livre escolha da empresa.


Para cada espécie de bem estocado deve ser aberta ficha própria (ou página do livro, se for o caso), na qual as entradas e as saídas serão registradas em ordem cronológica.


O custo das mercadorias vendidas ou das matérias-primas utilizadas na produção deverá corresponder à soma dos valores lançados durante o período de apuração de resultado na coluna “Saídas”.

 

Sublinhe-se que:


a) no registro de estoque de matérias-primas, as saídas são lançadas com base nas requisições de materiais transferidos para a produção;

b) nos casos de devolução de mercadorias ao fornecedor ou de recebimento de devolução de clientes, ocorridos após terem sido efetuados os registros de entrada ou de saída, respectivamente, na ficha de estoque, devem ser observados os seguintes procedimentos:


b.1) as devoluções ao fornecedor são lançadas na ficha de estoque na coluna “Entradas”, negativamente (entre parênteses), e não na coluna “Saídas”;


b.2) as devoluções recebidas de clientes são lançadas na coluna “Saídas”, também negativamente.


c) o valor da devolução ao fornecedor será o mesmo pelo qual houver sido registrada a compra das mercadorias devolvidas;


d) o valor da devolução de cliente será aquele pelo qual foi registrada a respectiva saída, sendo irrelevante o preço médio (se adotado esse critério de avaliação de estoque) vigente na data do registro da devolução;


e) o livro ou as fichas de estoque não necessitam ser autenticados, mas os respectivos registros deverão ser mantidos em boa guarda durante o prazo prescricional aplicável ao Imposto de Renda, para eventual exibição aos agentes do Fisco;

 

   
 
 
  Voltar     Veja mais notícias
 
Informação Importante
SEFAZ PAULISTA DESCONTINUARÁ EMISSORES GRATUITOS DE NF-e e CT-e a partir de 2017
Conheça nosso
emissor de NF-e
Faça um teste Grátis
Cartilhas IOB
» Cartilha do Imposto
   de Renda 2016
» Cartilhas eSocial
» Cartilha da Emenda
   Constitucional 2015
» Cartilha da ECD
» Cartilha da ECF
» Substituição Tributária:
O que o contador precisa saber?
Agende uma visita
Quer receber uma visita comercial para conhecer nossos produtos e serviços?
 
ISSQN      
Legislação Municipal é com a IOB.
 
Newsletter
Receba diariamente em seu e-mail as notícias mais relevantes do meio regulatório.
         
 
 
© SAGE (BR) Limited