facebook twitter youtube

Acesse seu produto

 
 
 
     
 

Site do Cliente


Usuário

Senha

Esqueci minha senha

Informações de acesso

------------- ou -------------

CNPJ/CPF

Código de Acesso/Email

Informações de acesso


IOB Educação
Clique aqui e confira nossos treinamentos .

Atualize-se e capacite-se com os melhores profissionais das áreas contábil e financeira, tributária fiscal, trabalhista e jurídica.

Soluções Fiscais

Conheça as Soluções Fiscais da IOB Folhamatic, uma linha de produtos e serviços que garante conformidade e segurança no SPED.


Clique aqui e confira!
 
Líder em softwares de gestão de tesouraria para médias e grandes empresas.

Clique aqui e conheça!

 
CONTÁBIL Voltar
   
Envie essa notícia para um amigo.
 
Vale-transporte – Apropriação como custo e/ou despesa operacional

Publicado em 09/11/2004 08:44

O vale-transporte, desde 1º.01.1998, deixou de ser objeto de incentivo fiscal pela legislação do Imposto de Renda (art. 82, inciso II, letra “f”, da Lei nº 9.532/1997). Todavia, em atendimento à legislação trabalhista, sua aquisição e respectiva distribuição aos funcionários é prática comum a todas as empresas que possuem empregados com direito a esse benefício.

 

O gasto efetivamente suportado pela empresa na concessão do vale-transporte (VT) aos trabalhadores a seu serviço classifica-se como:

 

a) custo da produção, relativamente ao VT concedido aos trabalhadores da área de produção, nas empresas industriais e prestadoras de serviços;

 

b) despesa operacional, relativamente ao VT concedido:

 

b.1) aos trabalhadores das áreas administrativas e de vendas, nas empresas referidas na letra “a”;

 

b.2) a todos os trabalhadores, nas empresas comerciais.

 

Para a preservação do regime de competência na apropriação do gasto, o custo de aquisição dos VTs deve, inicialmente, ser registrado em conta de despesas antecipadas (no Ativo Circulante), para ser apropriado, como custo e/ou despesa operacional, no mês em que os VTs devam ser utilizados pelos trabalhadores.

 

Parcela descontada dos trabalhadores

 

A parcela que venha a ser recuperada pela empresa, mediante desconto dos trabalhadores, deve ser lançada a crédito da(s) conta(s) que registre(m) o valor bruto dos VTs fornecidos aos trabalhadores.

   
 
 
  Voltar     Veja mais notícias
 
Informação Importante
SEFAZ PAULISTA DESCONTINUARÁ EMISSORES GRATUITOS DE NF-e e CT-e a partir de 2017
Conheça nosso
emissor de NF-e
Faça um teste Grátis
Cartilhas IOB
» Cartilha do Imposto
   de Renda 2016
» Cartilhas eSocial
» Cartilha da Emenda
   Constitucional 2015
» Cartilha da ECD
» Cartilha da ECF
» Substituição Tributária:
O que o contador precisa saber?
Agende uma visita
Quer receber uma visita comercial para conhecer nossos produtos e serviços?
 
ISSQN      
Legislação Municipal é com a IOB.
 
Newsletter
Receba diariamente em seu e-mail as notícias mais relevantes do meio regulatório.
         
 
 
© SAGE (BR) Limited