facebook twitter youtube

Acesse seu produto

 
 
 
     
 

Site do Cliente


Usuário

Senha

Esqueci minha senha

Informações de acesso

------------- ou -------------

CNPJ/CPF

Código de Acesso/Email

Informações de acesso


IOB Educação
Clique aqui e confira nossos treinamentos .

Atualize-se e capacite-se com os melhores profissionais das áreas contábil e financeira, tributária fiscal, trabalhista e jurídica.

Soluções Fiscais

Conheça as Soluções Fiscais da IOB Folhamatic, uma linha de produtos e serviços que garante conformidade e segurança no SPED.


Clique aqui e confira!
 
Líder em softwares de gestão de tesouraria para médias e grandes empresas.

Clique aqui e conheça!

 
CONTÁBIL Voltar
   
Envie essa notícia para um amigo.
 
Contabilidade - Grupos do Passivo - Classificação das contas

Publicado em 24/05/2005 10:39

No Passivo, as contas são classificadas do seguinte modo:

 

a) Passivo Circulante: as obrigações da empresa, inclusive financiamentos para aquisição de bens e direitos do Ativo Permanente, cujo vencimento ocorrerá no exercício seguinte (aqui se incluem dívidas com fornecedores de mercadorias, matérias-primas etc., tributos a pagar, aluguel a ser pago, água, energia elétrica e telefone a pagar etc.);

 

b) Passivo Exigível a Longo Prazo: as obrigações da empresa, inclusive financiamentos para aquisição de bens e direitos do Ativo Permanente, cujo vencimento ocorrerá após o término do exercício seguinte;

 

c) Resultados de Exercícios Futuros: as receitas de exercícios futuros, diminuídas dos custos e das despesas a elas correspondentes;

 

d) Patrimônio Líquido:

 

d.1) a conta do Capital Social (que deve discriminar o montante subscrito e, por dedução, a parcela ainda não realizada pelos sócios ou acionistas);

 

d.2) as Reservas de Capital, que são contas que registram:

 

• o resultado da correção monetária do capital realizado, enquanto não-capitalizado, ou seja, enquanto não utilizado para aumento de capital (mediante alteração do Contrato Social), observando que foi revogada, a partir de 1º.01.1996, a autorização para que as empresas façam a correção do balanço;

 

• as doações eventualmente recebidas pela empresa, bem como as subvenções porventura concedidas pelo Governo;

 

• no caso de sociedades anônimas: o ágio na emissão de ações; o produto da alienação de partes beneficiárias e os bônus de subscrição; e o prêmio recebido na emissão de debêntures;

 

d.3) as Reservas de Reavaliação, as quais registram os aumentos de valor atribuídos a elementos do Ativo em virtude de novas avaliações feitas pela empresa com base em laudo;

 

d.4) as Reservas de Lucros, que são as contas constituídas pela apropriação de lucros da empresa;

 

d.5) Lucros ou Prejuízos Acumulados, que é a conta que registra os resultados acumulados pela empresa:

 

• ainda não distribuídos ao titular, aos sócios ou ao acionista (no caso de lucros); ou

 

• ainda não absorvidos por lucros posteriores (no caso de prejuízos).

   
 
 
  Voltar     Veja mais notícias
 
Informação Importante
SEFAZ PAULISTA DESCONTINUARÁ EMISSORES GRATUITOS DE NF-e e CT-e a partir de 2017
Conheça nosso
emissor de NF-e
Faça um teste Grátis
Cartilhas IOB
» Cartilha do Imposto
   de Renda 2016
» Cartilhas eSocial
» Cartilha da Emenda
   Constitucional 2015
» Cartilha da ECD
» Cartilha da ECF
» Substituição Tributária:
O que o contador precisa saber?
Agende uma visita
Quer receber uma visita comercial para conhecer nossos produtos e serviços?
 
ISSQN      
Legislação Municipal é com a IOB.
 
Newsletter
Receba diariamente em seu e-mail as notícias mais relevantes do meio regulatório.
         
 
 
© SAGE (BR) Limited