facebook twitter youtube

Acesse seu produto

 
 
 
     
 

Site do Cliente


Usuário

Senha

Esqueci minha senha

Informações de acesso

------------- ou -------------

CNPJ/CPF

Código de Acesso/Email

Informações de acesso


IOB Educação
Clique aqui e confira nossos treinamentos .

Atualize-se e capacite-se com os melhores profissionais das áreas contábil e financeira, tributária fiscal, trabalhista e jurídica.

Soluções Fiscais

Conheça as Soluções Fiscais da IOB Folhamatic, uma linha de produtos e serviços que garante conformidade e segurança no SPED.


Clique aqui e confira!
 

 
ICMS/IPI E OUTROS Voltar
   
Envie essa notícia para um amigo.
 
Mutirão do Concilia Rio está na Barra da Tijuca

Publicado em 23/08/2018 11:57

A Procuradoria Geral do Município promove, até o próximo dia 24, na Barra da Tijuca, o mutirão do programa Concilia Rio, que permite aos contribuintes negociar dívidas de IPTU, ISS e outros débitos e obter descontos nos juros. Uma grande operação de atendimento especial foi montada no shopping Città Office Mall para garantir que todos os contribuintes em débito com o Município tenham a oportunidade de se beneficiar do programa, que se encerra no dia 17 de setembro. O mutirão funcionará das 9h às 16h, no novo posto da Dívida Ativa aberto no shopping em julho deste ano.

A Lei 6156/2017, que criou o programa Concilia Rio, prevê redução de 80% nos juros para o pagamento de dívidas tributárias à vista. Em caso de parcelamento do débito, o desconto nos encargos moratórios varia de 50%, em até 24 vezes. E ainda, desconto de 30% nos juros para parcelamento de 25 a 48 vezes. Após o prazo final, não será mais possível abater os juros da dívida, por isso, para assegurar que todos os devedores tenham a chance de aderir ao programa, os sete postos fixos da Dívida Ativa (veja lista abaixo) também estão funcionando para atender aos contribuintes.

O devedor deve ficar atento e aproveitar a oportunidade para pagar com desconto já que a Dívida Ativa iniciou, no mês passado, a cobrança por meio do protesto, ou seja, quem não negociar os débitos pode ter o nome incluído no cadastro de restrição ao crédito.

O pagamento do imposto em dia é sempre a melhor escolha. O contribuinte que deixa de pagar o carnê do IPTU, por exemplo, e consegue negociar no Concilia tem apenas desconto nos juros, a dívida principal continua a ser cobrada.

Fonte: RJ/Rio de Janeiro

   
 
 
  Voltar     Veja mais notícias
 
Newsletter
Receba diariamente em seu e-mail as notícias mais relevantes do meio regulatório.
         
 
 
Copyright 2020 IOB - Todos os Direitos Reservados